Ano Novo !!!

sábado, 1 de outubro de 2011

É Primavera !


É Primavera !
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Chegou a estação das flores,
De admirarmos as cores
Estampadas na natureza.
Chegou a estação Primavera,
Fazendo da felicidade uma quimera,
Esbanjando toda sua beleza.

Chegou como tinha de chegar,
Com o Sol mesmo tímido a realçar,
Seu brilho, sua elegância, seu esplendor.
A Primavera é estação da novidade,
Faz de cada sonho uma realidade,
Mesmo para o que não é sonhador.

Foi-se o Inverno, tão chuvoso,
Que do seu friozinho gostoso,
Dificilmente sentiremos saudade.
Bem-vinda Primavera das flores,
Perfumando e colorindo de amores,
Os apaixonados corações da cidade.

Me liberta...


Me liberta...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Minha vida está às avessas,
Estou sem porto seguro, sem chão,
Me ame de vez ou desapareça,
Me liberta, eu preciso ir então,
Pra bem longe de sua cabeça,
Para além de sua imaginação,
Para onde enfim, eu te esqueça,
E por você, eu não perca a razão.

Me liberta logo de uma vez,
Arranque do meu peito esta dor,
Preciso esquecer o que me fez,
Não posso viver assim, por favor,
Perdi toda minha sensatez,
Não reconheço mais quem sou,
Me liberta e quem sabe talvez,
Eu consiga refazer meu amor.

Tudo de mim...


Tudo de mim...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Eu me dei, me entreguei
De corpo e alma a este sentimento,
Me desgastei, eu sei,
Mas, de outra forma eu não poderia agir.
Vi em você o que preciso para ser feliz,
Fiz de você o meu sonho,
Mesmo sabendo que não és minha realidade.
Sobrevivi aos caprichos do destino,
Quando ele teimava em te colocar
Em outros braços,
Desfrutando dos abraços que não são os meus.
Fiz-me de forte inutilmente,
Esperando que me quisesse como sua fortaleza,
Chorei de solidão muitas vezes,
Quando na verdade, desejava estar sorrindo com você.
Quantas vezes desejei que você,
Me permitisse expressar meu sentimento ?
Mas, você teimava (inocentemente),
Em desabafar sua decepção amorosa,
Comigo é sempre assim,
O pouco que recebo de você,
Só me faz entregar tudo de mim.

sábado, 17 de setembro de 2011

Segunda chance para o amor...

Segunda chance para o amor...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Hoje eu sei exatamente
A dimensão do quanto sinto tua falta,
Sinceramente, não sei onde estava com a cabeça
Quando permitir que fosse embora.
Não creio que seja tarde demais para desabafar,
Para expor todo o sentimento que trago
Dentro de meu coração.
Ah este amor que me domina !
Que faz e desfaz de meu orgulho,
Que me mostra o quanto somos iguais
Nos erros, nos acertos, na cumplicidade,
Na carência, na saudade,
No sofrimento da ausência que sentimos um do outro.
Não posso deixar você ir,
Sem sequer expressar minha dor,
Na tua falta, me desmancho em tristeza,
Perco o rumo, a noção das coisas a minha volta,
Sinto-me a cada dia longe de você,
Um vazio imenso a dominar meu ser
No silêncio da tua ausência,
Ensurdeço-me com o som das batidas de meu coração.
Um ritmo descompassado, sem ritmo,
As lágrimas banham meu rosto,
Elas têm o sabor da saudade,
Das lembranças doces dos momentos bons,
Momentos que ninguém poderá apagar,
Porque foram intensos, sublimes,
Divinos, magníficos, extraordinários,
Ávidos, calientes, carentes, sensíveis,
Mas, acima de tudo, cheios de amor,
O amor que prometemos um ao outro
Quando nossos olhos se cruzaram,
Nossos braços se enlaçaram,
Nossas bocas se tocaram,
E nossos corpos, bem, nossos corpos
Simplesmente, sorriam de prazer,
Como que a concordar com tudo.
Merecemos uma segunda chance, amor !

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Te amar é tudo que eu sei...

Te amar é tudo que eu sei...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Tudo que com amor se faz,
Não tem explicação, mas, se sente tudo,
Tudo que com amor se faz,
Nãoe xiste explicação, mas se sente tudo,
Quis me iludir, tentai mas,
Amar é tudo que eu sei.

Peça para meu amor te mostrar,
Porque seus olhos já não mais
Conseguem me ver,
Deixe então o amor te mostrar,
Que ainda continuo só esperando por você !

Sei que não é muito talvez,
O que eu tenho pra ti... Oh Baby !
Te amar é tudo que eu sei.

Eu te amo...

Eu te amo !
(autor : Ed Poeta)

Eu te amo...
Você já percebeu
Sem você não tem graça...
O mundo parece não ter sentido,
A tristeza é grande quando não te tenho perto,
Realmente meu coração chora
Não sei porque ainda duvidas de mim
Vou tentar explicar, na verdade
Tudo não passou de pura ilusão
Seria loucura imaginar que
Mesmo que você finja não escutar
Meus lábios pronunciarão o meu amor
Repetirei incessantemente...
Até que você possa me ouvir.
Falarei sempre ...
O que já disse.
Eu te amo !

(de frente pra trás e de trás para frente)

Um pedido de amor...

Um pedido de amor...
(autor : Ed Poeta)

Deus,
O que fazer de minha vida,
Se nela está contida,
A presença deste ser ?
Onde vou buscar inspiração,
Para então descrevê-la,
Se toda essência do amor,
Se encontra naqueles olhos lindos,
Naqueles lábios molhados,
Naquele corpo delgado,
Naquele perfume que me embriaga,
Naqueles cabelos sedosos,
Naquela pele macia...
Ah...Deus !
Que covardia do meu coração,
Sentir assim tanto amor,
Por esta mulher então !
Será que enfim eu mereço,
Sentir assim tanto apreço,
Por este anjo-mulher ?
O que sinto, estreita enfim o meu peito,
Acelera o coração de um jeito,
Admito...amá-la é o meu maior defeito !
Impossível impedir,
Que meu coração grite toda a alegria que sente,
Por simplesmente vê-la sorrindo,
E nesse meu grito, Deus...
Quero deixar que meus olhos
Se percam na contemplação,
Daquele rosto risonho,
A quem tanto amor proponho...
Deus,
O único pedido que faço,
É que o amor seja bem mais que o laço,
Que me prenda à esta mulher !

Você, meu tudo...

Você, meu tudo...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Quando você chega...
Me abraça de forma especial,
Me acaricia de maneira sem igual,
Me protege de forma segura,
Me faz viajar nas alturas,
Me faz sorrir de modo natural,
Me faz amor como ninguém mais,
Me faz amar como ninguém faz,
Me dá prazer,
Me faz sonhar,
Me faz viver,
Me faz ser único...
Quando você vai embora...
Adoece meu coração,
Meus sonhos, viram pesadelos,
Nublado fica meu céu,
Triste ficam meus dias,
Me faz sofrer desesperadamente,
Me faz chorar copiosamente,
Me faz perder o sentido de tudo,
Me faz assim tão mudo,
Me faz ser quem não quero,
Me faz descrer no que espero.
Você é meu tudo,
Meu nada,
Meu mundo encantado,
Meu conto de fadas,
Meu encontro e despedida,
Minha eternidade, minha vida...

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Sem retoques...


Sem retoques...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Por Petr Kratochvill
Você chegou assim de repente,
Sem sequer imaginar o que provocas
Sua amizade é a melhor surpresa
Que a vida já me proporcionou,
Somente a vida (Deus),
Poderia me oferecer algo tão sublime,
Tento disfarçar, não consigo,
Até quando desconverso,
Minha conversa encontra sustentação
Na tua simpatia, beleza,
Amizade, dedicação, delicadeza,
Sensualidade, harmonia e perfeição.
Perfeita sim, diante da imperfeição humana,
Nos seus gestos, atitudes,
No modo singular com que encara
As adversidades do mundo a sua volta.
Conversar com você é sublime,
Preciso ter adjetivos em estoque,
Pois nem sempre encontro a palavra certa,
Que te defina, te seduza ou te toque,
Porque como o amor, a amizade e a vida,
Você é perfeita sim, sem retoques !

(Homenagem a uma amiga muito querida e amada, Anna Claudia Vieira)

terça-feira, 19 de abril de 2011

Felicidade...


Felicidade...
(autor : Ederval Andrade da Silva)
 
Um dia quiseram me explicar
Sobre o que é felicidade,
Achei tão complexa a explicação,
Que pensei comigo mesmo :
Felicidade é bem mais simples que isto,
É sentir todas as manhãs
A brisa leve a tocar o rosto,
É sentir o perfume suave das flores,
É ouvir o cantar dos pássaros em festa,
Como que a comemorar um novo amanhecer.
Felicidade é estar ao lado de quem se ama,
Mesmo que este amor não passa de uma simples amizade.
Felicidade é amar, tão intensamente,
Que por instantes chegamos a pensar
Que tamanho amor não podemos suportar,
É estar disposto a aceitar
As pessoas da maneira que realmente são,
Sem retoques ou maquiagens,
Que nós mesmos, por diversas vezes,
Colocamos nas pessoas para esconder
O que nós mesmos não queremos ver.
Felicidade é compartilhar com os outros
Todo o sentimento que o nosso coração
Dispensa em seus batimentos
Quando está amando.
É tão fácil se chegar a Felicidade,
Basta acreditarmos que para sermos realmente felizes,
Precisamos dar mais valor,
Às coisas simples da vida  como :
Um bom dia, boa tarde, boa noite,
Estou com saudades,
Posso te ajudar ?
Felicidade é poder contar
Com uma bela e sincera amizade
Como a tua...

O que sou ? Sou o que sou...


O que sou ? Sou o que sou...
(autor : Ederval Andrade da Silva)
 
O que sou ? Sou o que sou...
Sou um ser que todo dia,
Mesmo de forma arredia,
Declara seu bem-querer...
Sou carente, é verdade,
Sou presença , sou saudade,
Daquelas que não dá pra esquecer...
Sou tristeza, sou alegria,
Negra noite, claro dia,
Sou ciúmes de você !
O que sou ? Sou o que sou...
Sou de fibra, sou valente,
Mas, que sempre fica doente,
Nos dias que não te vê...
Sou calmaria, agitação,
Sou realidade, sou ilusão,
Que meu coração quer viver...
Sou tão forte, tão sensível,
Capaz de fazer o impossível,
Só para que não possa me esquecer !
O que sou ? Sou o que sou...
Sou presença , sou ausência,
A imaturidade, a experiência,
Algo que não se pode descrever...
Sou carinhoso, sou manhoso,
Sou corajoso, sou medroso,
Mas, que enfrentaria tudo pra te ter...
Sou companheiro, sou amante,
Sou calado, sou falante,
Sem palavras pra dizer !
O que sou ? Sou o que sou...
Sou da loucura, a sanidade,
Sou inverso da maldade,
Pelo menos, é o que tento ser...
Sou adulto, sou criança,
Sou desespero, sou esperança,
Que tenta te surpreender...
Sou amigo, sou fiel,
Sou terra, sou lindo céu,
Para estrela maior que é você !
O que sou ? Sou o que sou...
Sou guerreiro, sou soldado,
Sou frente, sou verso, sou lado,
Nas batalhas da vida, sei ganhar e perder...
Sou pequeno, sou gigante,
Sou tão pouco, sou bastante,
No desejo de te merecer...
Sou teimoso sou mandão,
Sou consciência, sou emoção,
Querendo teu amor obter !
O que sou ? Sou o que sou...
Sou passado, futuro, sou presente,
Sou igual, sou apenas diferente,
Sou o que sou, pra você...

Um dia todos te deixarão, menos eu...

Um dia todos te deixarão, menos eu ...
(autor : Ederval Andrade da Silva)
 
Se qualquer dia alguém te disser,
que não gosto mais de você,
É mentira !
Basta olhar em meus olhos
e verás nele refletido esta tua beleza intensa.
Se mesmo assim não acreditar em meu amor,
eu te perdoo, afinal de contas,
todo este tempo eu vivo em função de te amar.
As vezes, nem sei se o que sinto é possível,
mas, o que é o amor, senão o inexplicável ?
Podes encontrar um outro alguém,
que te deseje mais do que eu,
porém, nunca alguém que te necessite mais do que eu,
Que te ame mais do que eu...
Quando te vejo na rua,
Olha todos, menos eu...
Fala com todos, menos eu...
Ouve a todos, menos eu...
Sorri pra todos, menos eu...
Brinca com todos, menos eu...
As vezes tenho a impressão,
de que gostas de todos, menos eu...
Porém, chegará o dia
em que todos um a um te deixarão,
MENOS EU...
E esta será a prova que te falta
para que acredites no meu amor,
e que te abrirá os olhos, para o invisível,
mesmo quando o visível
parecer algo intransponível.
Este é o conceito básico do amor,
transpor barreiras,
enfrentar as adversidades,
superar as dificuldades,
e nos mostrar o quanto a vida
é mais bela a dois !

A vida sem vida... a era das máquinas...

A vida sem vida...a era das máquinas...
(autor : Ederval Andrade da Silva)
 
Consegue imaginar,
Quando for tudo artificial ?
Quando todas as atenções
Estarão voltadas para a imagem digital,
Quando a máquina ocupará
O lugar do ser humano afinal,
Quando os empregados serão apenas robôs,
Quando para alguém fazer um pedido ou chamado,
Bastará apertar a tecla do teclado,
Para ir a escola ou trabalho,
Não será preciso sair de casa,
A cerveja ou refrigerante
Chegará num aperto de botão,
Quando para conversar com um amigo,
Desabafar uma tristeza uma dor,
Bastará acessar um arquivo,
No drive de seu computador,
Quando não haverá mais limites nem paredes
E a onda será navegar por rede.
Quando a vida será analisada
Pelas "windows", na emaranhada
Teia da informação,
Quando buscaremos através de senhas
Atingir a emoção teclando em uma máquina
Inerte ao sentimento.
Quando as pessoas serão marcadas
Por códigos de barras
E para saber as nossas informações bastará
Passar na leitora óptica,
O mundo passará na internet
Em palavras sem nexo, sem sentido,
Quando o ser humano tentará deletar da memória,
Toda a sua tristeza on-line,
Quando a sua visão estará presa a tela de um monitor,
Suas mãos presas a um teclado e mouse,
E sua companhia será sempre a CPU,
Quando as pessoas deixarão de utilizar remédios
Para passarem o anti-vírus,
Tentando reiniciar sempre que for acusado um erro.
Mas, o computador não chora,
Não ri,
Não diz uma palavra a não ser,
Reproduzir os sons de quem o digita,
Então eu te digo com minha alma aflita,
Tenho muito medo de depender,
De uma coisa que não verte uma lágrima sequer,
Que não possui sentimentos.
Assim será a vida numa simples e complexa máquina !

Vidas vazias de amor, puro deserto...


Vidas vazias de amor...puro deserto !
(autor : Ederval Andrade da Silva)
 
Como um deserto
Ressequido pelo sol escaldante,
Assim são `aqueles que
Ainda não conheceram o verdadeiro amor.
Buscam algo que não podem alcançar,
Porque se encontram amargurados
Saboreando o gosto insuportável
Do banquete do desamor.
Vivem em busca de um "oásis",
Uma miragem que confirmem
A ilusão de suas vidas ínfimas,
Porém, nada conseguem a não ser,
O desprezo daqueles a sua volta,
Nada lhes resta a não ser a solidão.
No deserto de suas vidas,
Anseiam por uma fonte
Inesgotável de sentimentos,
Porém, nada fazem para merecê-la.
O orgulho desprezível
De quem só pensa em sí próprio
Faz destes seres nômades,
De semblantes transfigurados,
exauridos na soberba
de seu narcisismo.
O ego engrandecido,
Já não cabe em sí,
Vivem inventando desculpas
Para suas vidas vazias,
E não percebem que um mínimo de sentimento
Seria suficiente para transformar
Tudo que há de desprezível
Neste viver ressequido,
Em um oásis onde emana leite e mel.

domingo, 17 de abril de 2011

Você é parte de mim...

Você é parte de mim...
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Hoje eu te vi novamente,
Tão linda, quanto da primeira vez.
Por um instante, cheguei a pensar,
Que finalmente, olhavas pra mim,
Engano o meu, teus olhos,
Buscam ao longe, outro alguém,
Que não sou eu.
Já me entreguei te corpo e alma,
A este amor não correspondido,
E cheguei a conclusão cruel,
Que até de mim mesmo,
Eu havia me esquecido.
Eu me afasto tanto de você,
Pensando ser a única maneira,
De me fazer te esquecer,
Mas, é pura ilusão,
Pois por mais que me distancio,
Mais eu quero ao teu lado viver.
Se me perguntarem,
Se sou feliz assim,
O que eu posso dizer,
A não ser enfim,
Que hoje, sou o que sou,
Porque você é parte de mim.

É só com amor...

É só com amor ... (I'm not in love – 10cc)
(autor : Ederval Andrade da Silva)

É só com amor
que se entende,
que pode se viver,
num mundo todo “azul”,
onde as pessoas
são iguais.
Porque sem amor,
jamais vai ser assim,
é só com amor
então, que se explica ...

Se não há brilho,
em seu viver,
tente entender
a razão do existir.
Se há em teus olhos,
somente lágrimas,
sou teu amigo
e posso enxugar.
É só com amor,
então, que se explica...

A minha vida
eu te dou,
se você ainda não entende,
logo vai entender
que não pode
sem amor viver.
Sei que não sou
melhor exemplo pra você,
é só com amor,
então, que se explica...

Não, não posso pensar só em mim,
o amor é grande demais.
Não, não deves pensar só em ti,
o amor é grande demais.

É só com amor
que se entende,
que pode se viver,
num mundo todo “azul”,
onde as pessoas
são iguais.
Porque sem amor,
jamais vai ser assim.
É só com amor
É só com amor ...

O amor é maior...

O amor é maior... (versão da musica : I wanna know what love is)
(autor : Ederval Andrade da Silva)

Eu quero só eternizar,
O melhor que a vida me deixou,
Então preciso te encontrar,
E declarar o meu amor,

Não dá mais, é mais forte eu sei,
Mas, eu não, não sei onde errei,
Que tal nós, acreditarmos bem mais,
Que o amor é maior...

Eu sofro se não estás aqui,
Aonde eu te perdi ?
Eu preciso te pedir,
Volta logo pra mim...

Onde eu posso te encontrar ?
Como posso te seguir,
Não importa aonde eu vá,
Lembro o amor que eu senti,

Não dá mais, é mais forte eu sei,
Mas, eu não, não sei onde errei,
Que tal nós, acreditarmos bem mais,
Que o amor é maior...

Eu sofro se não estás aqui,
Aonde eu te perdi ?
Eu preciso te pedir,
Volta logo pra mim...

Meu coração é o seu lugar !

Meu coração é o seu lugar !  (versão da musica : In your heart I'm home)
(Autor : Ederval Andrade da Silva)

Não posso ficar sem você !
Muito menos tentar entender,
Você é a razão do meu existir
Por isso mesmo eu vou insistir.

Quero você, só para mim
Eu não consigo viver só,
Tente entender, que sem você,
È impossível meu amor ...
Meu coração... é o seu lugar

Eu já pensei em desistir,
Confesso que não consegui,
Tive que repensar minha vida,
Porque não vivo sem você !

Quero você, só para mim
Eu não consigo viver só,
Tente entender, que sem você,
È impossível meu amor ...
Meu coração...
Ele existe pra ser seu,
Meu coração,
Bate por ti agora meu amor

Quero você, só para mim
Eu não consigo viver só,
Tente entender, que sem você,
É impossível meu amor ...
Meu coração... é o seu lugar

Meu coração !
É o seu lugar !

segunda-feira, 4 de abril de 2011

O que eu sou para você !?

O que eu sou para você !?...Autor : Ederval Andrade da Silva

Não sou campo
Muito menos colina,
Não sou colibri,
Nem ave de rapina,
Mas, posso ser o encanto
Daquilo que te fascina.

Não sou doce,
Muito menos fel,
Não sou azedo,
Nem sou mel,
Mas, posso ser estrela
Que brilha pra ti no céu.

Não sou diabo,
Muito menos santo,
Não sou risada,
Nem sou pranto,
Mas, posso ser magia,
Capaz de quebrar encanto.

Não sou errado,
Muito menos certo,
Não sou fechado,
Nem sou aberto,
Mas, posso ser um oásis,
Quando a vida te parecer um deserto.

Não sou rico,
Muito menos pobre,
Não sou ouro,
Nem sou cobre,
Mas, posso te dar o amor,
Para mim o sentimento mais nobre.

Não sou nada nem ninguém,
Nem serei o quer que eu seja,
Mas, posso ser muito mais
Do que aquilo que teu coração almeja,
Posso ser o fim da procura,
Do amor que você deseja.

Você... minha salada de frutas !

Você... minha salada de frutas !
(autor : Ederval Andrade da Silva)

De dois morangos adocicados,
Faço teus lábios de mel,
Carnudos, vermelhos,
Que são a minha maior tortura,
A minha falta de sono,
Os meus suspiros e gemidos no silêncio da noite.
De duas jabuticabas pretas,
Faço teus olhos meigos, doces,
Que me dizem tanto,
Que me chamam a atenção
E me cegam com sua luz.
Do suculento e aveludado pêssego,
Faço tua pele macia, perfumada,
Tão suave, uma loucura de vertigem.
Da pêra faço teu corpo,
De silhuetas perfeitas,
Que só de imaginar tocá-la,
Vou ao delírio total,
Um corpo tão generoso e sensual,
Que tem sabor próprio,
Que te faz assim ser única,
Tão bela, tão mulher.
Da maçã perfumada,
Faço teu cheiro de fêmea,
Que se espalha no ar,
Me dando água na boca de desejo.
E desta salada de frutas,
Faço você assim tão deliciosa.
Da salada de palavras,
Faço minha poesia para ti, com carinho,
E não vou parar de inventar-te,
Sempre que não estiver perto de ti,
Sempre que não estejas perto de mim,
Ou seja, sempre mesmo...
Quem sabe até o dia em que te canses de mim,
Até que eu me canse de ti,
Ou seja, nunca, jamais...
Até eu deixar de saber inventar-te,
Até eu perder a inspiração de ti,
Até eu não ser nada nem ninguém,
Até eu ser apenas pó,
E ser levado ao vento,
Pelos sete cantos do mundo,
Para algum outro pomar,
Em busca de outra fruta que me lembre você.

Minha homenagem, Mãe...

Minha homenagem Mãe...
(Autor : Ederval Andrade da Silva)

Mãe,
Não consigo disfarçar a alegria,
De ter teus carinhos todos os dias,
Mesmo quando faço pirraça,
Você vem com carinho e me abraça,
O meu coração não disfarça,
Que fico sem jeito, sem graça.

E nas vezes em que me machuquei ?
Você prontamente me socorria eu sei,
E eu ficava assim me sentindo,
E mesmo já curado insistindo,
Que você acabava de cansada dormindo,
Demonstrando este teu amor infindo.

Pela senhora eu não precisaria crescer,
Só para em teus braços me acolher,
Porque mesmo quando fui criança arredia,
Nas vezes em que tão triste me batia,
Não contexto, eu sei que merecia,
Hoje sinto que era mais você quem sofria.

E quando eu perdi meu primeiro amor,
Foi teu conselho que enfim me ajudou,
A toda  àquela tristeza disfarçar,
E foi naquela tua forma de me amar,
Que as dificuldades conseguir superar,
E que no mundo, amor igual não há.

Hoje, já não sou mais nenhuma criança,
Eu cresci, e não perdi a esperança.
Que tu possas enfim me entender,
Que por mais que não possa parecer,
O que faço é para enfim te dizer,
O quanto é grande, o meu amor, por você...
Eu te amo MÃE !

Minha confidência...

Minha confidência

(autor : Ederval Andrade da Silva)

Tempo...
Houve um dia, há tempos,
Em que te olhavas simplesmente,
E meu pensamento viajava,
De norte a sul, de leste a oeste ...
Como um simples aprendiz dos caminhos
Tortuosos dos sentimentos,
Quase perdi a direção de minha vida,
Me senti preso a teus olhos brilhantes,
Agora tornei-me indefeso,
Diante dos teu encantos,
É a primeira vez
Que ultrapasso
Os limites do sentimento,
Desafiando minha própria coragem.

Fidelidade...

Fidelidade...
Autor : Ederval Andrade da Silva

Desde que te conheci,
Prometi a mim mesmo
Fidelidade ao amor que sinto,
Sei das dificuldades do dia-a-dia,
E o quanto pesa esta promessa.
Não me julgues infiel,
Por olhar a minha volta,
Tenho dois olhos perfeitos,
Capazes de enxergar em ti
O que não encontrarei em outra pessoa,
Meus olhares são de afirmação
E aprovação àquela que escolhi
Para dar o meu amor.
Sei que não sou perfeito,
E que por mais que eu faça
Não poderei colocar em teu coração
A certeza de que meus olhares
Mais desejosos, carinhosos e sinceros

São para ti, uma pessoa

Que soube me conquistar,
De uma maneira tão singular e verdadeira
Que simplesmente apropriou-se do meu amor.
Não conseguiria amar alguém
Além de ti, principalmente porque
Não existe na terra outro ser igual a ti.
Não me julgues infiel,
Por parecer estar longe com meus pensamentos,
Se por mais longe que estou,
Meus pensamentos teimam em levar-me
A tua presença tão necessária a minha vida.
Posso não ser o melhor ser deste mundo,
Mas, procurarei dar o meu melhor
Só para te fazer feliz
E te mostrar que a minha fidelidade
É intrínseca ao amor que te dedico.
Minha fidelidade aumenta
A medida que meu coração
Encontra em teu coração a reciprocidade
Do sentimento mais puro que sinto...o amor...